Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015
Imagem
"O homem é feito de tal modo, que se alguma coisa lhe incendeia a alma as impossibilidades desaparecem"
Nunca me esqueço das antigas discussões com amigos sobre a afirmação "querer é poder". Eu a defendia com garra. Atualmente, acho tudo relativo. Estou lendo um livro onde me deparei com "entre o malfeito e o benfeito, existe a ravina. Nos encontramos lá."

Há tantos matizes entre o feio e o bonito, o mau e o bom, o pobre e o rico, o querer e poder... Por isso me revolto com tanto preconceito, injustiça e qualquer outro tipo de intolerância. Fico triste pela humanidade, por ver tanto atraso, tanta dor. Sinto muito por todos nós: pela falta d'água no sudeste, pela seca que castiga o semiárido, pela corrupção crônica dos governantes desse país - em todos os níveis, pela guerra nada santa entre judeus e palestinos, pelo Boko Haram, Al-Qaeda, Estado Islâmico, pela indústria armamentista, pelos nazifascistas, russos separatistas e governistas, pelos porcos …

je suis brasileiro

Imagem
Todo fanatismo gera polêmica porque não combina com nenhum contexto. Ainda mais quando esse contexto envolve charges e cartuns, que não combinam com violência. Uma pessoa pode até discordar do que vê ou ouve, mas a resposta sempre deveria retornar na mesma moeda, a exemplo da lei de talião, "dente por dente, olho por olho", ou seja, humor com humor se paga. Bem, sempre há controvérsias. Jesus, por exemplo, preferiu dar a outra face ao levar um tapa. Pensei que seria possível um descanso d'alma nesse início de ano, quem sabe, talvez, por todo 2015. Que não fosse tão sangrento quanto 2014. Mas começou mal, muito mal. Ontem, 7, o ataque terrorista que matou editores e cartunistas do jornal francês Charlie Hebdo abalou o mundo. A crescente expressão de grupos extremistas no Oriente Médio, África e Afeganistão, com o destaque para as atrocidades do Estado Islâmico em 2014, põem em xeque a democracia. As respostas da imprensa e de movimentos cidadãos, em diferentes sotaques, i…

inspiração de ano novo

Imagem
Já fui blogueira, mas tenho andado bem afastada da escrita e fotografia. Esse distanciamento talvez esconda um certo desencanto. Infelizmente, a gente tem uma estranha mania de esperar retorno de tudo, até do amor que deveria ser incondicional. Quem ama exige ser amado. Sempre esperamos algo dos amigos, da vida, do leitor, de Deus... O que te move?, certa vez uma amiga me perguntou. Já fui movida a paixões, sentimento intenso e passageiro na mesma proporção. Agora, procuro um amor que ainda não encontrei, inspirador. Esse amor não é necessariamente pelo outro - ou, talvez, seja -, tampouco definível, padronizado num receituário ou algo assim. O verdadeiro amor liberta.

Quem anda no trilho é trem de ferro. Sou água que corre entre pedras - liberdade caça jeito.
Manoel de Barros Difícil caçar um jeito de ser feliz. Somos acorrentados à civilização humana, incansável na repetição de padrões de comportamento. Portanto, quando achamos que estamos sendo muito criativos pode crer, alguém pode…