Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

agenda, foguetes, preta gil e lingerie

Imagem
Ontem, aconteceu a inauguração da nova sede da Farmácia Municipal, na Rua Dr. Antônio dos Santos Coragem, 72 (rua do buracão). De acordo com o convite da Prefeitura, as novas instalações oferecerão maior acessibilidade e conforto à população. Ivone Modesto, diarista e moradora do Parque dos Municípios I, ficou muito contente com esta notícia. Parabéns, gestores públicos, pela iniciativa. Mas como defensora dos vira-latas, é meu dever salientar que o barulho do foguetório incomodou bichos e humanos. Chegará o dia em que a criatividade humana irá promover novas formas de manifestar contentamento, inaugurações e euforia?

(foto: divulgação)

Pra mim, vira-lata pode ser interpretado, também, como todo ser vivo diferente da maioria, de várias formas. E, igual aos cães, sofre preconceito. Como o caso recente, envolvendo Preta Gil, que está processando o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) que a ofendeu via CQC, dizendo não ter nenhum filho do "naipe" dela e dos seus familiares (ela é filh…

riqueza na vida simples

Imagem
Cultivar uma vida simples... Tudo indica ação, ou lei da atração. Então, por que acreditar em destino? É fato, colhemos o que plantamos.


MINHA HISTÓRIA
Ao lado da família, Nelson Ramos Damião cultiva uma vida simples, com pomar, galinhas, patos e peixes.


Riqueza na vida simples

Nelson Ramos Damião nasceu no Itaim Bibi, em São Paulo, em 21.10.45, filho único de Tobias Damião e Odete Ramos Damião. Aos sessenta e cinco anos, Nelson sente como se tivesse vinte, ainda sobe em árvores. Diz que sua saúde física é impecável, em grande parte, devido à vida simples que leva, sem vícios, e ao contato diário com a natureza. Mantém um pomar e diversas criações com muito zelo: “A vida me deu mais do que esperava.”

“Mamãe morreu quando eu era pequeno, por volta dos meus três anos. Meu pai tinha o ofício de pedreiro. Ficava um pouco com ele, um pouco com minhas tias paternas, Rosária e Ermantina Inácio. O sobrenome Damião veio de um tio, Pio Damião, que trouxe papai e sua irmã, Sebastiana, ainda crianças,…

animais abandonados (o retorno)

Imagem
Como este tema é recorrente e, até o presente momento, sem solução adequada, já virou filme. Espero, do fundo do coração, que com final feliz. O prefeito Roberto Luciano fez reunião com seus assessores (texto abaixo) exigindo providências em relação aos animais abandonados na cidade (na zona rural o problema é bastante grave, também). Se acontecessem tragédias por aqui, como no Japão, Santa Catarina ou região serrana do Rio, provavelmente, seria o caos, mesmo com a existência de uma Defesa Civil. Uma cidade de 50 mil habitantes que não consegue resolver a questão dos animais abandonados é porque falta uma política específica a esta finalidade. E boa vontade. Infelizmente, muitas pessoas fazem pouco caso do tema, inclusive, autoridades.

Por volta de 2005, quando eu participava da Guaxu SOS Animal, ficamos responsáveis pelo Canil Municipal. A prefeitura recolhia os cães da rua e a Guaxu alimentava e fornecia assistência veterinária. Bem, este assunto já foi falado em postagens antigas. M…

núcleo de audiovisual

Imagem
Há várias décadas, Guaxupé não tem mais a estação ferroviária por onde chegaram nossos antepassados. Pelas histórias que me contam, visualizo o prédio da estação, atualmente patrimônio histórico municipal, repleto de gente entrando e saindo, a fumaça dos trens. Chego a escutar os apitos. Gosto de imaginar aquela cidade existindo em um mundo paralelo. Porque apesar das tecnologias do mundo contemporâneo, aqui ainda não deixou de ser uma pequena cidade do interior. Pessoas continuam chegando e partindo. Se a plataforma da estação não é mais a vida desse meu lugar, a rodoviária ocupou seu lugar, embora de um jeito menos romântico.

Por mais antenados que sejamos, São Paulo e seu estilo de vida continuam a quilômetros. Por este motivo, admiro bastante o trabalho realizado pelo Institulo 14 Bis de Educação e Cultura. A exposição Geografias Imaginárias, que aconteceu em pouquíssimas cidades do interior, chegou a Guaxupé graças ao 14 Bis, por exemplo. Agora, temos a oportunidade de formar um N…