Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

enredos

Imagem
Samba-enredo de 2011, postado por Thiago Leonel.

Óia os artistas e moleques-atrevidos que gravaram o samba, no Garage Home Studio, do Fábio Dias:









MINHA HISTÓRIA
Conheça um pouco da história de Latif Abrão, que como um autêntico descendente de sírios-libaneses, também gosta muito de samba e carnaval.


Um exemplo para os netos

Latif Abrão nasceu em 12.02.21, em Muzambinho, o segundo dos dez filhos de Abílio Abrão e Nasta Salomão Abrão, ambos imigrantes sírio-libaneses. Em Guaxupé, formou família, criou quatro filhos e fez história. Aprendeu com o irmão mais velho, Miguel, a lidar no comércio e, junto com outro irmão, Jorge, tocaram a Loja Nova. Com firmeza, conseguiu abandonar o vício do cigarro, tornando-se um exemplo para filhos e netos. Aos noventa anos, conserva sua vida social e gosta de uma boa prosa.

“Papai tinha uma de tecidos e miudezas loja, no Alto do Anjo. A gente morava na mesma casa da loja. Por volta dos meus cinco anos, nos mudamos para o Patrimônio, também em Muzambinho. O pre…

câmera e ação

Imagem
No final, Adolpho Radaelli, atual presidente do Núcleo dos Orquidófilos, um homem de bem com a vida.

VIRALATANDO

Eu viralata, tu viralatas, ele viralata: no singular, simplesmente, viralatas. Mas, no plural, o movimento é total: nós viralatamos, vós viralatais, eles viralatam. Curtiu? O importante nesse nosso movimento é gerar alegria, respeito pelo próximo, criar laços afetivos e amizades, estimular criatividades e pluralidades. Muitos namoros começaram na Casa da Vó Maria... Muitas recordações.

Uma de nós ouviu alguém dizendo que não sairia no Viralatas este ano, pois não quer abraçar ninguém na avenida, rs. É engraçado, mesmo, porque nosso tema é Abraça, Viralatas!, mas apenas a comissão de frente irá "oferecer" abraços gratuitos. Em contrapartida, serão abraçadas aquelas pessoas que estiverem receptivas. Ou seja, liberdade total. É nossa forma de incentivar a Cultura da Paz. Abrace e seja abraçado se quiser (ou se puder), apesar de o tema estar no imperativo. Sacou?

O pré-ca…