Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

contagem regressiva

Imagem
Ironia do destino, justamente no primeiro ano em que se faz uma contagem regressiva para o carnaval, em Guaxupé, os jornais publicam que não haverá carnaval de rua. Coisas de Guaxupé, inexplicáveis. O maior problema, a meu ver, é que haverá carnaval de rua, os blocos e escolas receberão apoio da prefeitura para desfilar. Se depender do empenho de alguns, o samba vai rolar gostoso na avenida. À imprensa cabe apurar os fatos com cuidado, para não desinformar ainda mais a população. Manchetes mais bem elaboradas, de acordo com o conteúdo do texto, também ajudam. Tudo está muito nebuloso, essa história de câmeras de vigilância, projeto Olho Vivo, enfim, ainda é cedo pra afirmar qualquer coisa. Mesmo o secretário e diretor de cultura afirmando que será investido 320 mil, parte da verba destinada ao carnaval, nesse projeto de segurança encabeçado pelo Ministério Público, essa história precisa ser melhor esclarecida. Lembrando que o carnaval é uma festa popular, a mais esperada em todos os c…

olho vivo

Imagem
Saiu, hoje, no portal gxp:
http://www.gxp.com.br/site/2010/11/22/verba-do-carnaval-vai-para-projeto-%E2%80%9Colho-vivo%E2%80%9D/
Ai, Guaxupé... Mas não pense que fico condoída por causa do Viralatas do Samba. Até onde sei, haverá investimento nos blocos de rua e escolas de samba. Lamento pela falta de bom senso ao investirem na implantação de câmaras de segurança nas ruas de uma cidade com cerca de 50 mil habitantes, quando a mesma verba poderia ser aplicada num projeto social de curto a longo prazo ou em formação profissional diversificada e moderna, entre tantas outras opções. Sempre pensei ser possível evitar que as cidades pequenas padecessem do mesmo mal dos grandes centros caso o problema da violência fosse olhado seriamente, sem hipocrisia ou interesses particulares. Mas vejo que é impossível.

Pelo 3º ano consecutivo, visito o foyer do Municipal para prestigiar a exposição do nosso grande artista plástico Jesuíno Ribeiro. Sou fã do trabalho dele. Sua irmã, Lucila, está sempre pres…

maneiras

Imagem
Mais fácil escrever a história dos outros do que a minha. É mais fácil falar da vida alheia, não? Bem, de qualquer forma, fazer entrevistas para a coluna Minha História, publicada semanalmente, aqui e no Correio, nada tem a ver com fofoca. É jornalismo, registro histórico, cultural, ou outro adjetivo que me escapa no momento. Mas o fato é que minha inspiração para a escrita, hoje, está à deriva. Não encontro motivos interessantes para desgastar meus olhos ou de qualquer leitor. Então, fiquemos com a história do nosso querido amigo Itamar. Digo nosso, sem querer parafrasear certas enfermeiras delicadas demais ou, talvez, esticar inadvertidamente o leque de amigos do músico. Ele que embala as noites de conhecidos e desconhecidos com sua voz forte e dedos calejados pelas cordas do violão. Itamar Cassiano, Maria dos Reis e Carlão foram um dos negros de Guaxupé a darem depoimentos no documentário produzido pelos alunos da E.E. Dr. Benedito Leite Ribeiro, dentro do projeto anual Escola Viva…

diversidade e adversidades

Imagem
A Prefeitura de Guaxupé, através das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Cultura, realiza, de 14 a 20.11, uma série de eventos referentes à Semana da Consciência Negra. De acordo com Roberto Luciano, prefeito, sua administração vai valorizar a cultura. Bacana a iniciativa, pena que faltou divulgação adequada e, consequentemente, um envolvimento maior da comunidade.

Infelizmente, este blog vira-lata, que é uma mídia diferenciada, não recebeu a programação por e-mail para fazer uma divulgação prévia. Soube do evento pelo Correio Sudoeste, na sexta. No folheto de divulgação, que recebi no sábado, após a missa conga na Igreja do Rosário, consta uma programação incompleta, com vários erros. Ainda, o folheto apresenta o nome de vários parceiros na realização desta 1ª Semana da Consciência Negra. Me surpreendeu o fato de a Associação Viralatas do Samba não ter sido convidada a participar, pois o bloco Viralatas do Samba tem o costume de fazer rodas de samba na avenida durante o carnav…