um evento inesquecível

Sábado, 19, aconteceu o Guaxupé Reviva!, realização da Casa da Cultura de Guaxupé em parceria com Severo Silva, produtor de eventos. Foi uma festa o reencontro de amigos com o passado referente às décadas de 50, 60 e 70 vividas em Guaxupé. Inicialmente, em frente à nova sede da Casa da Cultura, convidados foram saudados pela Banda Santa Cecília. Adentrando o Parque Mogiana, um painel com fotos em homenagem aos motoristas que fizeram história, ladeado por dois automóveis Volkswagen, uma Kombi e um DKV. Ainda do lado de fora, manequins vestidos com roupas da época antecipavam uma exposição fotográfica, destacando a 1ª Rainha da Sociedade Esportiva, Nádia Cury, e da Festa das Orquídeas, Fátima Cury Nasser. Nos painéis, fotos dos carnavais de outrora, do Teatro Decisão, da vida noturna, do futebol, entre outros temas marcantes (exposição que poderia ficar aberta ao público por mais tempo. Informações: 3559-1052). Para uma boa prosa típica foram oferecidos cafezinhos patrocinados pelo Café do Conde.

A Casa ficou lotada, com cerca de 500 pessoas distribuídas em 3 espaços diferenciados: uma área mais ampla, com palco, o Bar Galo de Ouro e o Francisquetti Lanches. Uma pena que nestes dois não havia mesas e cadeiras suficientes. Para consumo, as saudosas coxinhas de frango confeccionadas pelos irmãos Francisquetti tiveram grande procura, não atendendo a demanda. O aroma do bauru preparado pelo Expedito, irmão do Nhac, ambos garçons conhecidos, também gerou concorrência e fila de espera.

Nota desafinada

Infelizmente, o público não pode assistir às apresentações de Jóia Senedese, no palco principal, e de Dilce Salgado, no piano do Francisquetti Lanches. Duas atrações programadas, mas canceladas por falha da organização. Em compensação, a afinação do show de Os Falcões, contando com a participação de Zé Accula no vocal, para relembrar as noites felizes da Churrascaria Bambu, emocionou e animou bastante os presentes. José Carlos Gonçalves (Luta), atual presidente da Casa da Cultura, também foi um dos convidados a subir no palco. Para a primeira edição do evento, o saldo foi positivo, tanto que os organizadores já prometem novas edições. Parabéns a todos!



Reviva na RÁDIO

Segunda, 21, a partir das 10h a Comunitária de Guaxupé vai transmitir depoimentos colhidos por Rodrigo Sá durante o evento. Prometem histórias!

Reviva no JORNAL

No próximo final de semana o jornal Correio Sudoeste publicará reportagem e fotos do jornalista Silvio Reis, que com sua sensibilidade aguçada costuma conquistar, cada vez mais, novos leitores.

O jornal Folha do Povo irá publicar fotos e este texto enriquecido por outras informações. Paulina, do Jornal da Região, também pediu autorização para publicar algumas fotos e comentários deste blog.

"A gente quer comida, diversão e arte"

Há vários ângulos nesta questão, mas um evento cuja entrada vale 20 reais é altamente seletivo. A maioria não pode se dar ao luxo de investir esta quantia em cultura e arte. Daí pergunto, será que é um caso de segregação cultural ou a própria temática do evento é uma forma de seleção? Sim, porque quem estava lá frequentou o Galo de Ouro, o Francisquetti, curtiu o som de Os Falcões, a Festa das Orquídeas e participou da Sociedade Esportiva, entre outras considerações. Por exemplo, os mais jovens de idade, financeiramente mais duros, deveriam ter incentivo para participar de encontros como este, afinal, "ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais". De mais a mais, o local não oferecia infraestrutura para mais gente.

A ausência de representantes da Prefeitura no Reviva!, principalmente do secretário e do diretor de Cultura, foi notada.

Comentários

Anônimo disse…
Pois é, Sehila, tão bonita festa e nem sequer cogitaram em chamar meus pais... José Rios é um importante cidadão guaxupeano que fez muito pelas pessoas daqui... Minha mãe foi Princesa das Orquídeas... Na minha opinião, mereciam estar entre os convidados. É como eu sempre digo, Cultura em Guaxupé fica sempre reduzida a uma turminha!
....e a canção de Milton... " o artista tem de ir aonde o povo está...
Beijos!
Juracelio Soares de Araújo - ou Jota Araújo da 87 FM - a rádio que transpira cultura.
Observações: A festa foi iniciada em Julho quando foram enviados 100 convites, 83 comparecerem. Foi solicitado que convidassem todos os seus amigos e parentes que VIVENCIARAM AQUELA ÉPOCA. A festa foi exaustivamente discutida toda terça feira, para receber sugestões e noticiada em toda a imprensa local.
Espero que as falhas sejam corrigidas no próximo ano.
bisteca disse…
Oi, Loreny:
realmente a Abadiânia + Rio Quente ou Juracélio tem razão: neste blog, mesmo, informei sobre as reuniões semanais que aconteciam as terças para organizar o evento.

Quanto às falhas, acredito na força positiva das críticas construtivas.
abçs

Sheila
Laiz disse…
A festa era aberta ao público, não necessitava de convite. Muitas pessoas estiveram empenhadas em ajudar - por vontade própria - e batalharam muito para que a festa desse certo.
Anônimo disse…
Sheila, obrigado pelo registro fotográfico.

O evento foi interessante. Considerei como uma experiência para aprender um pouquinho mais sobre a querida Guaxupé e sua gente, com sua história. E o clima estava tão agradável que pude compartilhar histórias e emoções.

Beijo.
Anônimo disse…
Eu sei que os convites foram feitos. Muitas vezes ouvimos sobre os encontros pelo Caetano na 87, mas "um convite" por educação cabe em qualquer lugar, não acham? Sei que não foram só meus pais que não foram convidados...

Foram bem pertinentes as palavras na Bisteca no final da postagem sobre os menos favorecidos e jovens que deveriam fazer parte de um evento desses!

Parabéns, Sheila!
Abraços a todos!
Zi disse…
Falar é fácil...
Parabenizo a equipe da Casa da Cultura pela realização do evento. Falhas acontecem, afinal, foi o primeiro evento dessa grandeza que homenageou e alegrou a Sociedade Guaxupeana. Tenho certeza que a equipe e o grupo de voluntárias se esforçaram ao máximo para um grande acontecimento.Todos, sem exceção estão de Parabéns!!!
Infelizmente eu não estava presente, mas se puder, estarei aí no próximo!
Afetuoso abraço,
Zilda Carloni
Maria Marta disse…
Pena que ñ pude comparecer a este evento, visto que moro na Espanha...mas recebi recados de amigos meus o comunicado sobre a festa ,e de alguma forma me senti convidada.
Hoje vi as fotos ( algumas pessoas eu reconheci, outras ñ, o que é normal) e tive muitas saudades dos amigos que aí deixei; e realmente achei que foi um bom evento o que garante mais presenças para os futuros encontros ...vivenciei esta época, ainda como adolescente, mas "curti" muitissimo tudo isto.
Parabens aos organizadores e espero poder estar presente na próxima vez.

Maria Marta Camilo (nascida Gomes David)
MARCÃO-marcos ciarallo disse…
parabens pelo evento, sou desta época e ao ver as fotos retornei 45 anos no tempo, tenho grandes recordaçoes vividas no nosso querido GUAXUPÉ, espero poder estar presente nas proximas edições, pois pelo visto foi uma FESTANÇA, que pelo brilho tem que ser repedido.

Postagens mais visitadas deste blog

transformAÇÕES

guerreira da roça

guaxupé - cem histórias