teatro e teatralidades

Dia 5 termina o prazo para inscrição no curso de teatro do 14 Bis:



São tantos assuntos e, simultaneamente, nenhum. Parece que tudo já foi falado. Olha só como a poesia de Maiakóvski continua atual (aquela que João Bosco declama antes de Corsário):

"fiz ranger as folhas de jornal
abrindo-lhes as pálpebras piscantes
e logo, de cada fronteira distante
subiu um cheiro de pólvora
perseguindo-me até em casa.
nesses últimos 20 anos
nada de novo há
no rugir das tempestades
não estamos alegres, é certo
mas por que razão haveríamos
de estar tristes?
o mar da história é agitado
as ameaças e as guerras
havemos de atravessá-las
rompê-las ao meio,
cortando-as como uma quilha
corta as ondas."

Estou lendo:


Eu voltarei...

Voltei, antes do que esperava, rsrsrsrs
Procurando um "musicão" no youtube, me deparei com esta animação de gosto duvidoso narrada por Rafinha Bastos, um dos "CQCs". Lembrei na hora da revolta do Marcelino (Banca Martins) com a polêmica causada por Jair Beani, que sem querer relacionou presidiários com corinthianos. Rafinha esbanja rapidez de raciocínio e inteligência. Mas sempre considerei muito toscas as "piadas" das quais ele participa com o Marcelo Tass, geralmente recheadas de preconceitos. Dá uma olhada nisto:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

transformAÇÕES

guerreira da roça

guaxupé - cem histórias