bons de papo

Um dos repórteres do CQC, na última segunda, perguntou para vários deputados qual o valor atual do salário-mínimo e nenhum dos entrevistados acertou. Outras perguntas, como qual o significado de BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), o que é pandemia e se o contágio da gripe suína é feito por meio da ingestão de carne de porco, também obtiveram respostas cruéis. Parecia mais "pânico na tv" assistir aos nossos representantes na assembléia demonstrarem ignorância explícita sobre temas que eles deveriam dominar, na maior cara de pau.

É muito bacana (e engraçado) ver os repórteres do CQC conquistarem entrevistas "custe o que custar". É um programa jornalístico que conquistou alguns (ou vários, talvez) prêmios de melhor programa humorístico de 2008. Veja bem como brasileiro gosta de rir da própria desgraça. Na maior parte do tempo, os caras fazem jornalismo, mostram a realidade, e o programa é classificado como humorístico. E tem horas que fazem humor de gosto duvidoso: debocham demais das pessoas, desrespeitam as diferenças, se mostram presunçosos e preconceituosos. Só porque são bonitos e inteligentes, uns mais inteligentes que bonitos, não significa que podem menosprezar pessoas que não têm a mesma "felicidade". Desgostei do Programa do Jô Soares pela maneira como ele tratava muitos entrevistados, com sarcasmo e superioridade.





Amigos e familiares fizeram uma festa surpresa de aniversário para Wilson Caetano, dia 18, segundona, no Divina Gula, com muito samba, claro! Vida longa pro "Uirso", mestre querido de muitos músicos.

CULTURA E SAÚDE




Ainda neste mês será inaugurada a nova sede da Casa da Cultura, em frente a anterior e ao lado do Departamento de Educação, no Parque Mogiana, área tombada pelo Patrimônio Histórico. Nos barracões da antiga estação ferroviária, de onde saiu a Fundação Cultural, dando espaço à biblioteca municipal, ainda funciona o Departamento de Saúde, também em vias de mudança. Semanas atrás, Iara F. F. da Silva, tesoureira da fundação, me revelou um sonho antigo: gostaria que tanto a sede antiga quanto a nova fossem destinadas à Casa da Cultura, para abrigar biblioteca, departamentos administrativos, salas de oficinas, escola de música, anfiteatro, entre outros. Quem sabe, futuramente, isso possa tornar-se realidade, demonstrando que faz parte da cultura de Guaxupé valorizar a Cultura.


O prédio onde funcionava a cadeia municipal também é tombado pelo Patrimônio Histórico. Situado em local privilegiado, ainda oferece, provisoriamente creio, "meia-pensão" para detentos em regime semiaberto. Localizado próximo à Santa Casa, Pronto-Socorro, Unimed, Centro de Diagnósticos Pio Damião, INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) e da Rua Coronel Antônio Costa (rua dos médicos), poderia ser reformado e revitalizado para abrigar o Departamento de Saúde, um casamento feliz entre cultura e saúde, namoro antigo. Afinal, investir em cultura é, também, investir em saúde preventiva, e vice-versa.

E por falar em cultura, presumo que agenda de vereador guaxupeano seja sobrecarregadíssima: por onde andará Mauri Palos, que sumiu do Bar do Valdir, não se reúne mais com os amigos ou "conhecidos" antigos para um bom bate-papo?
"Hoje o samba saiu, lalalaiááá, procurando você, quem te viu, quem te vê, quem não a conhece não pode mais ver pra crer, quem jamais a esquece não pode reconhecer..."



Fernando dos Anjos Abrão é arquiteto, especialista em arte-sacra. Natural de Monte Belo, Fernando viveu em São Paulo, Brasília e Alfenas. Nos últimos anos, trabalhou na Construtora Mário Gonçalves e, agora, partirá para novos desafios em vários municípios do País. Boa Sorte, Fernando, volte sempre!


Pão e Vinho, de Fernando dos Anjos.


PATRIMÔNIO CATÓLICO



A capela e o antigo Colégio Imaculada Conceição ganharam novos telhados, durante a 1ª etapa da restauração que a Catedral e Diocese de Guaxupé estão realizando no prédio, com auxílio financeiro de integrantes da comunidade católica local.

SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO


Sede do SINE, em Guaxupé, localizada na Rua Tiradentes, 19, junto com o PROCON, Secretaria de Meio Ambiente e Conselho Tutelar.


Imóvel característico de Guaxupé, que junto com os paralelepípedos compõem a paisagem urbana com graciosidade (construção da primeira metade do século passado, situada na rua Tiradentes).


REVELANDO OS BRASIS GANHA A ESTRADA LEVANDO SESSÕES GRATUITAS DE CINEMA PARA PEQUENOS MUNICÍPIOS EM TODO O PAÍS

O Circuito de Exibição Revelando os Brasis teve início dia 14 de Maio. Três caminhões percorrerão quase 30 mil quilômetros, levando projetores e telas de cinema para exibições em ruas e praças. Os 40 municípios selecionados nesta terceira edição e as 18 capitais dos respectivos estados receberão a mostra, que apresentará os vídeos feitos pelos moradores dessas cidades.O projeto existe desde 2004 e viabiliza a produção de filmes em cidades com até 20 mil habitantes.
O Revelando os Brasis é um projeto da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, realizado pelo Instituto Marlin Azul, com patrocínio da Petrobras e parceria do Canal Futura.
O lançamento do Circuito aconteceu no município de Sapeaçu, Bahia. O evento contou com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira. Em cada exibição do Circuito, será apresentado o vídeo produzido na cidade, além de mais três produções do projeto. Cada vídeo tem duração aproximada de 15 minutos e os caminhões que transportam os equipamentos funcionarão como cabines de projeção.

As rotas - De Sapeaçu, um dos caminhões seguiu para a exibição no Pelourinho, ainda na Bahia; percorrerá também os estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Pará. As exibições devem durar até meados de Junho, quando o segundo caminhão terá cumprido a rota do Espírito Santo ao Acre, promovendo exibições também em Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Rondônia e o terceiro roteiro terá passado por Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Ações de difusão - O Circuito de Exibição faz parte das ações de difusão do Revelando os Brasis. Os vídeos do projeto também são exibidos no programa de TV que vai ao ar pelo Canal Futura. As produções são lançadas ainda em DVD, com distribuição gratuita entre os realizadores, organizações sociais e culturais, bibliotecas, universidades e cineclubes de todo o País.
(texto - divulgação)


Vamos prestigiar?
dia 02.06, às 19h, na Praça Dona Sinhá, em Guaranésia.




Mudando de assunto, não deixe de conhecer:
http://www.blublu.org/sito/video/muto.htm

Comentários

Srta. Encrenca disse…
Essa nossa terrinha tem tanta coisa boa né!

"Aqui somos felizes...
Aqui nós temos fé.
Suas tardes tem matizes...
Oh querida Guaxupé!"

Postagens mais visitadas deste blog

transformAÇÕES

guaxupé - cem histórias

manifesto